Propuesta Educativa 43
::
buscar avanzada
 

 


Artículos

Pedagogias da racialidade: modos de se constituir crianças negras em escolas de educação infantil do Brasil. Por Leni Vieira Dornelles y Circe Mara Marques

Dispositivos pedagógicos, gubernamentalidad y pobreza urbana en tiempos gerenciales. Un estudio en la cotidianeidad de las escuelas. Por Silvia Grinberg

 


Investigadores jóvenes

La escuela experimental Maestra Jacoba Saravia (1957-1960). Por Marcelo Gastón Jorge Navarro

 

 

contacto

contacto
cómo publicar
suscripción

Pedagogias da racialidade: modos de se constituir crianças negras em escolas de educação infantil do Brasil

 


 

Este artigo discute como meninas e meninas enunciam seu entendimento sobre raça e racialização, assim como o modo as questões étnico- raciais vêm sendo apresentadas à infância em escolas de educação infantil pesquisada, da região sul do Brasil. Tratar, nesse momento, desse tema na sociedade brasileira não só é importante como necessário considerando os preceitos da Lei Federal nº 10639/2003, que dispõe sobre a obrigatoriedade do ensino da história e da cultura Afro-Brasileira nas escolas do país. Dessa forma, estamos vivendo momentos de intensas discussões no sentido de buscar modos de concretizar, no currículo das escolas, não apenas as determinações legais, mas uma efetiva educação antirracista desde a educação infantil.

Para desenvolver essa pesquisa, foram realizadas observações participantes em escolas publicas de educação infantil da região metropolitana de Porto Alegre. Discutiremos e analisaremos, nesse texto, duas práticas pedagógicas nas quais a investigadora levou para a escola bonecas negras para impulsionar discussões e brincadeiras entre meninos e meninas de quatro a seis anos, que frequentam as escolas investigadas. Nesse sentido, é importante lembrar que pesquisas anteriores, desenvolvidas por Dornelles (2010) e Dornelles e Kaercher (et all, 2012), também apontam a importância de aprofundarmos o debate sobre os modos como a racialidade e a negritude vem sendo construídas, através desse artefato cultural – a boneca.

 

PDF
  Año 27 / JUN / 2018.01
contactocontacto cómo publicarsuscripción